Aulas

Curso de CSS – Aula 03 | Propriedades e valores básicos

por: Bernardo Collet

atualizado há 9 meses atrás

Curso de CSS - Aula 03 | Propriedades e valores básicos

Vamos explorar como estilizar cores, fundos, texto e fontes utilizando CSS (Cascading Style Sheets). O CSS é uma linguagem de estilo utilizada para controlar a aparência e o layout de um documento HTML. Enfim, vamos aprender as principais propriedades CSS e exemplos de uso para cada elemento de estilização.

Cores

  • A propriedade “color” define a cor do texto. Exemplo: color: red;
  • A propriedade “background-color” define a cor de fundo de um elemento. Exemplo: background-color: #f2f2f2;
  • Também é possível utilizar nomes de cores pré-definidas, como “red”, “blue”, “green”, etc.

Fundos

  • A propriedade “background-image” define uma imagem de fundo para um elemento. Exemplo: background-image: url(imagem.jpg);
  • A propriedade “background-repeat” define como a imagem de fundo será repetida. Exemplo: background-repeat: no-repeat;
  • A propriedade “background-position” define a posição inicial da imagem de fundo. Exemplo: background-position: center;

Texto

  • A propriedade “font-size” define o tamanho da fonte do texto. Exemplo: font-size: 16px;
  • A propriedade “font-weight” define o peso da fonte do texto (normal, bold, etc.). Exemplo: font-weight: bold;
  • A propriedade “text-decoration” define a decoração do texto (sublinhado, riscado, etc.). Exemplo: text-decoration: underline;

Fontes

  • A propriedade “font-family” define a família de fontes do texto. Exemplo: font-family: Arial, sans-serif;
  • É possível especificar várias fontes em ordem de preferência separadas por vírgula.
  • A propriedade “font-style” define o estilo da fonte (normal, itálico, etc.). Exemplo: font-style: italic;
  • A propriedade “text-transform” define a transformação do texto (maiúsculas, minúsculas, etc.). Exemplo: text-transform: uppercase;

Enfim, esses são apenas alguns exemplos de como estilizar cores, fundos, texto e fontes utilizando CSS. Existem muitas outras propriedades CSS e combinações possíveis para alcançar os efeitos desejados. Além disso, lembre-se de experimentar e testar diferentes estilos para criar uma aparência visual agradável em seu site ou aplicação web.

Utilização de Propriedades de Unidades de Medida

No desenvolvimento web, o CSS (Cascading Style Sheets) desempenha um papel fundamental na apresentação e estilização dos elementos HTML. Entretanto, uma das tarefas mais comuns ao trabalhar com CSS é especificar as medidas para posicionar e dimensionar elementos na página. Enfim, iremos explorar diferentes unidades de medida disponíveis no CSS e fornecer exemplos práticos de uso.

Unidades Absolutas

As unidades absolutas têm um valor fixo e não são afetadas por fatores externos, como o tamanho da tela ou a configuração do usuário. Por exemplo, estão algumas unidades absolutas comumente usadas:

a) Pixels (px):

O pixel é a unidade de medida mais básica e representa um único ponto na tela. É amplamente utilizado para definir tamanhos de fonte, larguras e alturas de elementos. Exemplo: font-size: 16px; width: 200px; height: 150px;

b) Centímetros (cm) e Milímetros (mm):

Essas unidades são baseadas em medidas físicas. São menos comuns em desenvolvimento web, mas podem ser úteis em casos específicos que exigem precisão absoluta. Exemplo: width: 2cm; height: 5mm;

c) Polegadas (in):

A unidade de polegadas também é baseada em medidas físicas, mas é menos utilizada no contexto da web. Exemplo: width: 1in;

Unidades Relativas

As unidades relativas são dimensionadas com base em algum fator externo, como o tamanho da fonte do elemento pai ou a largura da janela do navegador. Isso torna essas unidades mais flexíveis e adaptáveis a diferentes dispositivos e configurações do usuário. Aqui estão algumas unidades relativas amplamente usadas:

a) Porcentagem (%):

A unidade de porcentagem dimensiona um elemento em relação a um valor de referência. Por exemplo, definir width: 50%; em um elemento faz com que ele ocupe metade da largura de seu elemento pai. Exemplo: width: 50%; font-size: 120%;

b) Em (em):

O em é uma unidade relativa à fonte do elemento pai. Se um elemento tiver font-size: 16px; e for definido margin-left: 1em;, a margem será igual a 16 pixels. Exemplo: margin-top: 1em; font-size: 1.2em;

c) Rem (rem):

O rem também é uma unidade relativa à fonte, mas é baseada no tamanho da fonte do elemento raiz (normalmente o <html>). Isso permite um controle mais consistente, independentemente do aninhamento dos elementos. Exemplo: font-size: 1.2rem; margin-bottom: 2rem;

d) Viewport Units (vw, vh, vmin, vmax):

Essas unidades são relativas ao tamanho da janela do navegador, conhecido como viewport. São úteis para criar layouts responsivos, onde os elementos se adaptam ao tamanho da tela. Exemplo: width: 50vw; height: 75vh;

A seleção correta de unidades de medida no CSS desempenha um papel crucial no design responsivo e adaptável aos diferentes dispositivos. As unidades absolutas fornecem um controle preciso, enquanto as unidades relativas permitem maior flexibilidade. Enfim, ao compreender e aplicar essas unidades de forma adequada, os desenvolvedores web podem criar interfaces atraentes e funcionais. Além disso, experimente essas unidades em seus projetos e adapte-as às suas necessidades específicas.

Box Model: Propriedades CSS de Margens, Bordas e Preenchimentos

No CSS, o modelo de caixa (box model) desempenha um papel fundamental ao definir o layout e a aparência dos elementos HTML. Enfim, ele consiste em quatro componentes principais: conteúdo, preenchimento, borda e margem. Logo, iremos explorar cada um desses componentes e fornecer exemplos práticos de como utilizá-los para controlar o espaço em torno dos elementos.

Conteúdo

O conteúdo refere-se à área real ocupada pelo elemento HTML, como texto, imagens ou outros elementos aninhados dentro dele. Enfim, ele é dimensionado usando as propriedades CSS de largura (width) e altura (height). Aqui estão alguns exemplos de uso:

a) Definindo largura e altura fixas
.elemento {
width: 200px;
height: 150px;
}
b) Dimensionando com base no conteúdo interno
.elemento {
width: auto;
height: auto;
}

Preenchimento (Padding)

O preenchimento refere-se à área entre o conteúdo do elemento e sua borda. Além disso, ele pode ser usado para criar espaçamento interno e aumentar a legibilidade ou a estética do elemento. Enfim, o preenchimento é configurado usando as propriedades padding-top, padding-right, padding-bottom e padding-left. Exemplos de uso:

a) Aplicando preenchimento igual em todas as direções
.elemento {
padding: 10px;
}
b) Especificando preenchimento em direções individuais
.elemento {
padding-top: 20px;
padding-right: 15px;
padding-bottom: 10px;
padding-left: 5px;
}

Bordas

As bordas são linhas que envolvem o elemento, definindo seu limite visual. Elas podem ter diferentes estilos, espessuras e cores. Enfim, as propriedades de borda incluem border-width, border-style e border-color. Aqui estão alguns exemplos:

a) Definindo uma borda sólida com espessura e cor
.elemento {
border: 2px solid #000000;
}
b) Especificando estilos de borda diferentes em cada lado:
.elemento {
border-top: 1px dashed #FF0000;
border-right: 2px dotted #00FF00;
border-bottom: 3px double #0000FF;
border-left: 4px solid #FFFF00;
}

Margens

As margens são espaços externos ao redor do elemento, que ajudam a controlar o espaçamento entre os elementos vizinhos. Enfim, elas podem ser usadas para criar espaçamento vertical ou horizontal. As propriedades de margem incluem margin-top, margin-right, margin-bottom e margin-left. Exemplos de uso:

a) Aplicando uma margem igual em todas as direções:
.elemento {
margin: 10px;
}
b) Especificando margem em direções individuais:
.elemento {
margin-top: 20px;
margin-right: 15px;
margin-bottom: 10px;
margin-left: 5px;
}

Enfim, o modelo de caixa no CSS, composto por conteúdo, preenchimento, borda e margem, é essencial para o controle do layout e aparência dos elementos HTML. Além disso, ao utilizar as propriedades de largura, altura, preenchimento, borda e margem, os desenvolvedores têm o poder de criar espaçamento adequado, definir limites visuais e controlar o espaçamento entre elementos vizinhos. Enfim, combinando esses componentes de forma eficaz, é possível criar layouts atraentes e bem organizados em suas aplicações web. Em síntese, experimente diferentes valores e observe como eles afetam a aparência dos elementos em seus projetos.

Woocommerce

Otimização de Desempenho para sua Loja WooCommerce: Estratégias Eficientes

Descubra como otimizar sua loja no WooCommerce para aumentar vendas e a satisfação do cliente. Estratégias e dicas eficazes!
Elementor

Elementor vs. Outros Construtores de Página: Qual a Melhor Escolha para o seu Site?

Construtores de Página: Descubra as vantagens do Elementor em comparação com outros construtores e encontre a ferramenta ideal para você.
Dúvidas?